O MEU PETIÇO BICHOCO






tinha um olhar um muxoxo
cativante
era simpático
e forte
eu cuidava dos arreios e da sela
levava o petiço para o campinho da frente
lavava
escovava
e dava um balde d'água
todo dia
e sentia uma emoção diferente
meio boba
meio ciumenta
quando, tudo pronto
no último momento
eu retirava-lhe o freio das orelhas
e sentia
a contragosto
o seu nervosismo latente
de querer a liberdade
gostar dela
mais
muito mais do que de mim
e me acalmava na manhã seguinte
redescobrir
no esforço viril
de correr-lhe atrás
gambetear
até cercar
e observar
o seu olhar de lado
facilitando-me as coisas
me querendo
para um novo trote
um novo dia
seguirmos faceiros
descobrindo coisas
vida
estradas
terreiros
dominando a Terra
marotos
feiticeiros
eu
e o meu petiço bichoco.